Eletroterapia Estética

Eletroterapia Estética

A eletroterapia estética consiste no uso de aparelhos que utilizam estímulos elétricos de baixa intensidade para melhorar a circulação, o metabolismo, a nutrição, e a oxigenação da pele, favorecendo a produção de colágeno e elastina, promovendo o equilíbrio manutenção da pele.

Esse tipo de tratamento estético pode ser usado no corpo ou no rosto, após observar as áreas e identificar as necessidades, como remoção de manchas escuras na pele, cicatrizes de acne ou de outra cirurgia, eliminar rugas ou linhas de expressão, combater a flacidez, celulite, estrias ou gordura localizada, por exemplo. O terapeuta mais indicado para usar estes aparelhos é o fisioterapeuta.

TIPOS DE CORRENTES:

Corrente aussie

A corrente aussie trabalha provocando contrações musculares e estimulando os nervos através de uma corrente alternada por meio dos eletrodos posicionados nas inserções dos músculos que serão estimulados. Este tratamento é indicado para: fortalecimento muscular, combate a gordura localizada, flacidez, redução de edema e drenagem linfática, entre outros. Corrente galvânica

Essa é uma corrente contínua e constante de baixa frequência, muito usada na estética para tratamento de acne, estrias, olheiras, ionização facial e corporal, rugas e linhas de expressão. Quando utilizada com uma caneta específica ela é capaz de estimular a regeneração da pele favorecendo a formação de colágeno e elastina. Corrente russa

A corrente russa promove a eletroestimulação que realiza uma contração dos músculos promovendo o aumento da força e do volume muscular. Essa técnica pode ser usada para fins estéticos, reabilitação e para melhorar a performance de atletas. Microcorrentes

As microcorrentes podem ser contínua ou alternada que produzem correntes contínuas ou pulsadas com amplitudes máximas de 1.000µA. Essa corrente é capaz de estimular a bioeletricidade tecidual para acelerar a cicatrização e melhorar a oxigenação e eliminação de resíduos, além de acelerar a produção de colágeno, elevar o nível da síntese de proteínas e estimular o sistema linfático. Corrente high volt

Também conhecida por corrente pulsada de alta voltagem, essa é uma corrente com pulsos gêmeos de alta amplitude e curta duração. Sua alta voltagem causa a diminuição da resistência da pele, o que permite a corrente mais confortável e tolerável. Essa técnica é indicada para cicatrização, drenagem linfática e eletroporação.

Principais aparelhos de eletroterapia para o corpo que utilizamos na clínica:

Radiofrequência:

É um equipamento que desliza sobre a pele de forma suave e que promove a formação de novas células de colágeno, elastina e que produz novos fibroblastos, que tornam a pele mais firme e sem rugas ou linhas de expressão. Lipocavitação

A lipocavitação é um tipo de ultrassom que atua sobre as células que armazenam gordura, levando à sua ruptura consequente queda dos triglicerídeos na corrente sanguínea. Para sua completa eliminação é necessário praticar exercício físico de alta intensidade até 4 horas depois ou fazer uma sessão de drenagem linfática. Eletrolipólise

Consiste no uso de correntes elétricas específicas que atuam diretamente ao nível dos adipócitos e dos lipídeos acumulados, e ainda aumenta do fluxo sanguíneo local, o metabolismo celular e a queima de gorduras. Apesar de ser muito eficaz, melhores resultados são observados se fizer também exercícios físicos e uma dieta hipocalórica. Dermotonus:

DermotonusSlim é um equipamento microcontrolado de alta tecnologia, utilizado em técnicas como vacuoterapia, endermoterapia e endermologias e peeling de diamante (microdermoabrasão) indicadas para fotorejuvenescimento, redução das linhas de expressão (rugas finas e médias), tratamento de hiperqueratoses, tratamento de estrias, desordens pigmentares como melasmas, hipercromias e manchas, cicatrizes e poros dilatados e microcomedões. Striat

O Striat é um eletroestimulador transcutâneo e percutâneo destinado aos tratamentos de estética nas rugas, marcas de expressão e estrias, que apresenta um canal de estimulação com a corrente elétrica contínua microgalvânica (GMES, isto é, corrente galvânica em microampères), sendo utilizado para a técnica de eletrolifting com ou sem agulha.