Depilação a Laser Crystal 3D

Pele lisinha sem dor

Ter uma pele lisinha, livre de pêlos, sem aquele efeito ”lixa” quando os pêlos começam a crescer é o desejo de todas.

Ter de se preocupar em se depilar toda semana e sentir dor (dependendo do método tradicional é escolhido) já não está nos planos de quem opta pela remoção a laser, que tem resultados praticamente definitivos com poucas sessões.

Mas, com essa preferência pelos aparelhos para depilação a laser, vários foram os equipamentos que surgiram no mercado com essa finalidade.

Escolher qual deles será o ideal para o tratamento pode até parecer fácil, mas é uma tarefa que deve ser bem analisada, já que cada aparelho para depilação trabalha com uma tecnologia diferente, que também alcançam resultados diferentes em cada parte do corpo.

Para ter ótimos resultados em qualquer tipo de pelo, seja ele fino, grosso, claro ou escuro, uma excelente alternativa que acaba de chegar no Brasil: é o Laser Crystal 3D.

O Laser Crystal 3D foi desenvolvido pela Body Health para remoção e redução duradouras de pelos, podendo ser usado em todos os fototipos, desde peles claras a negras, incluindo também as peles bronzeadas.

O processo de depilação do Laser Crystal 3D é baseado no princípio da fototermólise seletiva, que utiliza o laser para desativar os mecanismos de crescimento capilar, através da elevação da temperatura do folículo capilar o suficiente para danificar as células germinativas (células que se dividem e se diferenciam para se tornarem as células que compõem o folículo piloso), mas sem danificar a epiderme e os tecidos circundantes

cada aparelho para depilação a laser trabalha com um tipo de comprimento de onda, o que torna as tecnologias (e resultados) distintos de um equipamento para outro, já que cada comprimento de onda é ideal para um tipo de pelo.

Já o Laser Crystal 3D une, num mesmo aparelho, os 3 tipos de cristais de laser mais conhecidos e eficientes do mercado: Alexandrite, Diodo e ND-Yag.

Mas o que cada cristal/comprimento de onda significa? Bem, vamos às características:

Alexandrite: o laser Alexandrite utiliza um comprimento de onda de 755nm, tendo uma penetração mais superficial, o que o torna ideal para eliminação de pelos claros e finos. Por exemplo, os pelos do buço.

Diodo: esse é um dos lasers mais conhecidos e encontrados nos aparelhos de depilação. Ele trabalha com um comprimento de onda de 810nm, tendo profunda capacidade de penetração que se concentra na protuberância e no bulbo do folículo piloso, enquanto que a penetração moderada na profundidade do tecido é ideal para o tratamento de áreas como braços, pernas e barba.

ND-Yag: o laser Nd-Yag tem comprimento de onda de 1064nm e oferece maior penetração no folículo piloso. Com isso permite concentrar a energia no bulbo e na papila e tratar os pelos profundamente enraizados em áreas como couro cabeludo, axilas e pubis.

Dra. Marilice Martins Massarelli, fisioterapeuta e esteticista