Cinesioterapia

Cinesioterapia

A Cinesioterapia é formada por um conjunto de exercícios específicos que auxiliam na reabilitação de várias situações melhorando e prevenindo o estado geral e alterações motoras. Após a redução da dor e da inflamação, a Cinesioterapia é indicada para aumentar a força muscular, flexibilidade, coordenação motora e melhorar a postura.

Somente um Fisioterapeuta é capaz de orientar a maneira correta da realização dos exercícios, cada caso deve ser tratado de forma individual respeitando o limite e estado de cada paciente, porém, podem ser realizados em grupos com características e necessidades semelhantes, como é o caso da Cinesioterapia Laboral.

Nos casos individuais, cada paciente é analisado levando em consideração fatores como idade, tipo físico e estado de saúde, determinando, assim, número de repetições de cada exercício e carga aplicada. Inicialmente são realizados exercícios de isometria e alongamento, sem movimentos das articulações, em seguida, pequenos equipamentos como fitas elásticas e bolas ou pesos.

A Cinesioterapia é dividida em: Motora | Postural | Laboral | Respiratória


Cinesioterapia Motora

Indicado para reabilitação de artrose, artrite, tendinite e outros. Além disso, se mostra muito eficiente em casos de pessoas acamadas preservando a força muscular e a amplitude das articulações.

Cinesioterapia postural

Na maioria dos casos, dores nas costas, pescoço e ombros tem origem na má postura corporal. Exercícios específicos de fortalecimento e alongamento são aplicados na Cinesioterapia Postural, melhorando a postura corporal e contribuindo para a redução das dores.

Cinesioterapia laboral

São exercícios realizados em grupo com o intuito de alongar os músculos mais solicitados no trabalho. Duram cerca de 10 minutos e podem ser realizados diariamente em qualquer empresa ou organização, sendo de extrema importância na prevenção de lesões e na preservação da saúde dos colaboradores.

Cinesioterapia respiratória

Indicado para fortalecer os músculos da respiração onde são aplicados exercícios específicos que estimulam a inspiração e a expiração, aumentando a conscientização da movimentação do diafragma.

Dependendo da indicação médica podem ser usados medicamentos antes de iniciar cada sessão de fisioterapia para alcançar melhores resultados.